Buscar
  • Joaquina Nobre

Meu entendimento de Educação

Atualizado: Jul 24

O entendimento de Educação que permeia os meus 25 anos de carreira docente remete à origem do Latim que a palavra carrega, a qual traz a ideia de que educar é conduzir para o exterior.


Isso significa que o educador tem papel fundamental em abrir portas para que o estudante possa ir além do seu espaço de origem, no sentido de que a Educação tem caráter libertador e transformador.


Na vivência de ensino da área de Linguagens, a missão que me norteia é de fazer com que meus alunos tenham acesso a uma prática de leitura crítica, a qual oportunize seu crescimento como humanos, como cidadãos.


Nessa jornada, pude ocupar espaços de ensino em escolas públicas e particulares, em cursos pré-vestibulares, na educação básica, profissional e superior. Todas essas experiências, dentro de suas particularidades, foram cruciais para construir o entendimento das necessidades dos estudantes e das maneiras de se fazer uma educação de qualidade, que alcance, além da formação acadêmica de excelência, a empatia pelo próximo.


Posteriormente, os trabalhos da área da Educação prosseguiram no Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, a partir do ano de 2009. Nesse espaço, a perspectiva de um ensino inclusivo e pautado na equidade foi ratificada em cumprimento, além da missão de educadora, da Lei de Criação dos Institutos Federais (Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008).


Essa legislação traz como finalidade que o Instituto Federal se constitua como centro de excelência na oferta de educação profissional e tecnológica pelo fortalecimento do tripé: ensino, pesquisa e extensão.


Cumprir com o que essa Instituição se propõe requer um entendimento integral do ensino e da constituição de uma educação transformadora — conhecimentos esses que são muito consolidados em minha jornada, desde os momentos anteriores ao trabalho no IFNMG, até os cargos de gestão.


A implementação desses requisitos deve partir da participação democrática e da diversidade, as quais trazem um olhar atento ao contexto vivenciado pelos estudantes —entendimento fundamental para que as estratégias do eixo de ensino sejam traçadas.


Tudo isso ressalta a consciência de que o IFNMG se constrói para os alunos e deve se nortear nas necessidades desses, e não em interesses pessoais ou voltados para a manutenção de poder.


Educação de qualidade é libertadora e emancipadora, pressupondo participação, diversidade e cidadania. Esse precisa ser o compromisso da Educação pública que o IFNMG se propõe a ofertar nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, no Norte e no Noroeste de Minas Gerais.


* * *


É isso, pessoal! Quero aproveitar para te lembrar que sou pré-candidata a Reitora do IFNMG e que nosso diálogo é muito importante! Quanto mais conversamos, mais descobrimos e entendemos as demandas que temos para o IF e para nós mesmos. Por isso, deixo aqui o convite para que você venha falar comigo. Abraços virtuais!

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Gestão do Campus Pirapora

A percepção de que, além das contribuições enquanto educadora, seria necessário promover uma renovação na maneira de efetivar o acesso amplo à educação de qualidade deu início ao caminho de gestão do

Representação estudantil

Tive oportunidades maravilhosas de me reunir com alunos, representantes de turma, grêmio estudantil e diretório acadêmico para conversar sobre a representação estudantil. Nesses encontros, pude fazer